Mensagens/Fevereiro de 2011

Domingo, 13 de Fevereiro de 2011 (Culto Matutino)

Os Propósitos Eternos de Deus

Almir Aparecido Salles

Efésios 1:1-6

A carta aos Efésios é conhecida como o evangelho da igreja. Nela está exposto o propósito de Deus ao estabelecer, em Jesus Cristo, uma nova sociedade. Essa sociedade chamada cristianismo é caracterizada por: Vida em lugar da morte; União e reconciliação em lugar da divisão e alienação; Padrões sadios de justiça em lugar da corrupção e iniquidade; Amor e paz em lugar do ódio e contendas; Luta sem trégua contra o mal, em lugar de convivência pacífica com ele. A carta está endereçada aos “santos” – não uma elite espiritual, mas eram assim chamados por pertencerem a Deus, por serem separados para Ele. Paulo também os chamada de “fieis” – o original pode ser entendido tanto como pessoas que confiam como pessoas dignas de confiança. Creio que o mais importante é que são pessoas que confiam e tornam-se de confiança “em” e “através” de Cristo Jesus. Depois da saudação pessoal, Paulo exalta e louva a Deus por suas bênçãos a nós conferidas através de Cristo. Parece que o texto revela dois dos propósitos de Deus em nos abençoar, planejando nossa salvação:

1. Deus nos salvou “para sermos santos e irrepreensíveis”

Deus nos criou, resgatou, salvou, chamou, para ser santos. Não há outra opção. Quem é de Deus tem que ser santo. Não reconhecer isso é negar o evangelho e os propósitos de Deus. Isso não tem nada a ver com impecabilidade. Ser santo significa chegar cada vez mais perto de Deus (Ver Isaías 6). Ser santo significa estar num processo em que a imagem de Deus está sendo restaurada em mim. Alguém disse: “Salvação não é passagem para o paraíso, salvação é estar no caminho de ter a imagem de Deus sendo restaurada em mim.” (Kevin Mannoia).

2. Deus nos salvou “para sermos adotados como filhos”

João diz que aos que receberem Jesus Cristo é dado o poder se tornarem filhos de Deus João 1.12. Paulo, em Romanos 8.5-8; 13-17, diz que os filhos de Deus são caracterizados por serem guiados pelo Espírito Santo, fazendo alusão a uma vida de santidade, ou seja, os filhos de Deus, guiados por Seu Espírito, tomam a decisão de viver conforme as orientações de Deus. Jesus fala sobre essa relação, Pai e filhos em Lucas 15.17-24. O texto conhecido como a parábola do filho pródigo, mostra como Deus Pai age com seus filhos, demonstrando amor incondicional, amando o filho mesmo quando esse se comporta de maneira inadequada, acolhendo-o, restaurando-o e conduzindo-o a verdadeira condição de filho. Esse texto mostra que a expectativa do Pai é tão somente que o conheçamos e nos relacionemos com Ele com Pai.

CONCLUSÃO

A carta aos Efésios inicia com louvores a Deus pelas bênçãos sobre sua igreja. Essas bênçãos falam acerca da salvação planejada por Deus antes da fundação do mundo. Essas bênçãos têm a ver com os propósitos de Deus em nos salvar e nos unir como igreja em Jesus. Dois desses propósitos se destacam:

1. Somos chamados para ser santos

2. Somos chamados para viver como filhos de Deus em Cristo Jesus.

Conscientes disso vivámos como filhos do Pai Santo em santidade de vida. Amém.

Tags: Salvação, Adoção,

Veja também:

- Mensagem de 06 de Fevereiro de 2011: Ações que Rendem Glórias a Deus.

- Mensagem de 27 de Fevereiro de 2011: Como Vencer o Desânimo.

- Outras Mensagens de Fevereiro de 2011.

- Outras Mensagens de Almir Aparecido Salles.

- Áudio em MP3 (43 minutos).

- Contador 584/139.

Mensagens com Temas Semelhantes:

- A Alegria de Viver - 33.3% (27 de Junho de 2010).

- Celebrando a Vida - 33.3% (15 de Dezembro de 2013).

- Em busca da excelência - Parte 2: A libertação - 33.3% (17 de Agosto de 2008).

- Fundamentos da Igreja - 33.3% (30 de Novembro de 2008).

- O Dom de Deus - 33.3% (01 de Fevereiro de 2009).

- O Evangelho - 33.3% (17 de Julho de 2011).

Mensagens com o mesma passagem: (Efésios 1)

- As Bênçãos da Ressurreição de Cristo (Efésios 1:18-21)

- Bases da Nossa Identidade (Efésios 1:3-14)

- Experimentando o Poder de Deus (Efésios 1:17-21)

- Três presentes recebidos em Cristo pela fé (Efésios 1:15-20)

Comentários